Um fim-de-semana prolongado por Itália, ou mais específicamente, por 3 cidadezinhas lindas no Norte de Itália! Deixo aqui todas as informações com o que eu fiz em Verona, Veneza e Peschiara del Garda.

Como acontece em todas as viagens, há sempre imprevistos e desta vez o nosso problema foi com o meio de transporte… O plano inicial era fazer este passeio de carro e visitar uma série de cidades entre Milão e Veneza, mas não conseguimos alugar um carro e acabamos por fazer o percurso todo de comboio e tivemos de reduzir o número de cidades para estas três, e tudo bem porque são três cidades lindíssimas! Voltaremos noutra altura para conhecer as restantes! Vamos a todas as dicas para um fim-de-semana prolongado pelo norte de Itália?

DIA 1 (sexta)

O dia 1 resumiu-se à viagem entre Porto e Milão Bérgamo. Já chegamos à noite e ficamos a dormir em Bérgamo, num B&B chamado iride, deixo aqui o link para o alojamento 🙂

Este alojamento não fica muito perto do centro, portanto é mesmo ideal para quem viaja de carro (como era o nosso plano inicial)!

DIA 2 (sábado)

No segundo dia, que é oficialmente o primeiro dia que vamos aproveitar, o senhor do nosso B&B carinhosamente levou-nos de carro até à estação de comboios de Bérgamo. Daí apanhamos um comboio de Bérgamo até Verona, a primeira cidade que queríamos visitar. Em Verona a meteorologia não ajudou muito, apanhamos um dia de chuva, mas conseguimos passear na mesma e perceber que é uma cidade linda!

A primeira paragem foi na Arena de Verona (que parece um mini coliseu), e foi por aí mesmo que almoçamos. Pedi uma pizza super simples, só com tomate, alho e óregãos e estava deliciosa!

Logo de seguida fomos visitar o que é, provavelmente, o local mais turístico de Verona, a casa de Julieta… sim, de Romeu e Julieta, onde tem a varanda onde supostamente Julieta ficava a ouvir Romeu. Onde tem centenas de textos com declarações de amor. Onde tem a estátua de Julieta onde toda a gente tira fotografias com uma mão na mama da Julieta – sim, diz que dá sorte no amor (pelo sim pelo não também tirei uma 😅)!

Continuamos pela praça e pelas lindas ruas de Verona! Passamos a ponte e fomos em direção ao funicular! Têm um funicular que sobe até ao castelo de São Pedro, onde têm uma vista magnífica sobre a cidade, por apenas 2€ por pessoa! 

E foram estes os principais locais que visitamos no centro de Verona! De seguida fomos para o nosso alojamento, fomos também a um shopping (uno) comprar alguma comida e acabamos por jantar nesse mesmo shopping, onde comi estes maravilhosos raviolis de trufa negra!

DIA 3 (domingo)

No domingo acordamos cedo, tomamos pequeno-almoço, e fomos em direção à estação de comboios. Felizmente, a chuva passou e encontramos um dia de sol radiante na cidade dos canais. Apanhamos um comboio de Verona até Veneza (S. Lucia). Chegando a Veneza podem deslocar-se a pé mas nós optamos por apanhar um barco da estação até à praça de São Marcos. Neste barco conseguem ver o canal principal e custa apenas 7,5€, vale bastante a pena! Também têm outros meios de transporte como táxis (que são barcos) e as famosas gôndolas mas são ambos bem mais caros (80€ ou mais). Passeamos pela Praça de São Marcos, ver a basílica de São Marcos e logo de seguida, fomos almoçar!

Restaurantes em Veneza, especialmente no centro, perto da praça de São Marcos, podem ser muito muito caros. Neste dia decidimos comprar uma pizza “on the go”  e comer algures! Também tínhamos água e alguma fruta que compramos no dia anterior por isso serviu perfeitamente! Encontram pelas ruelas muitos sitios onde vendem fatias de pizza, ou mesmo pizzas para levar e comer assim pela rua! A nossa pizza estava maravilhosa e só custou cerca de 5€!

Depois no que toca a conhecer a cidade, a minha melhor dica é… Percam-se pelas ruas de Veneza! É que tudo é lindo, nós andavamos a caminhar e de 2 em 2 minutos eu tinha de parar para tirar uma fotografia, porque estavam constantemente a aparecer pontes e paisagens lindas! Das pontes mais conhecidas, temos nas duas primeiras fotografias abaixo, a Ponte de Rialto e a Ponte dos Suspiros (é uma ponte fechada que apenas têm 2 janelas, por onde passavam prisioneiros e suspiravam).

Entretanto tudo é lindo, até um simples supermercado ficava num teatro que era só incrível… Encontramos alguns cantinhos para tirar fotografias que são muito bonitos e onde não costuma estar ninguém, são cantinhos pouco turísticos e perfeitos para tirar fotografias 😉 Podem agradecer mais tarde esta dica, ficam aqui as duas localizações e fotografias em ambos os locais!

Localização: S. Marco, 2058, 30173 Venezia VE, Italy (doca atrás do hotel san moisè)

Localização: Trinita Water Taxi Pier(com vista para a Basílica de Santa Maria della Salute)

Ainda lanchamos um gelatto na Ponte Rialto!

E depois de horas a passear pelas ruelas e pontes, voltamos à estação e voltamos a apanhar o comboio para Verona. Nesta noite, fui eu que cozinhei uma vez que o nosso alojamento tinha uma mini kitchnette (deixo aqui também o link para o alojamento em Verona: Residenza Le Dimore 2 – novamente, um bocadinho afastado do centro, mas adoramos)! Vá fiz com alguma batota porque os utensílios eram limitados e o único ingrediente disponível era sal. Portanto comprei uns tortellini já recheados (nos supermercados há uma variedade enorme de massas, gnocchi, etc.), tomate seco e manjericão e foi esse o nosso jantar! O tomate seco ja tem alguns temperos e também vem em óleo portanto foi a solução encontrada para conseguir cozinhar com o mínimo de ingredientes possível! Fica aqui uma fotografia pouco artística e tirada com o telemóvel deste meu prato!

DIA 4 (segunda)

Último dia, logo cedo voltamos à estação de comboios. Ao final da tarde teríamos de voltar a Bérgamo para apanhar o avião mas decidimos fazer uma paragem numa pequena cidade chamada Peschiera Del Garda. Queríamos muito ver o Lago di Garda, é o maior lago de Itália, formado pela neve derretida dos Alpes. A ideia inicial era parar em Sirmione, no entanto, como estávamos de comboio e não de carro, Peschiera del Garda era a cidade onde a estação de comboio ficava mais próxima do centro, ou seja, dava perfeitamente para nos deslocarmos a pé. É uma cidade muito calma, tranquila, se tiverem 1-2 horas extra aconselho darem aqui uma fugida para ver o lago rodeado de montanhas brancas, cobertas de neve. É uma paisagem linda!

Bem, tenho de ser sincera! Sempre ouvi dizer que em Itália se come muito bem, e é verdade, mas esta cidadezinha foi particularmente difícil no que toca ao nosso almoço! Não é uma cidade muito turística e especialmente em Janeiro que é época baixa, a maior parte dos restaurantes encontravam-se fechados… Tenho de ser sincera, eu adoro pizza, mas ao terceiro dia já não era bem o que me apetecia… Mas teve de ser, almoçamos numa pizzaria perto da estação de Peschiera del Garda enquanto nos preparavamos para voltar ao comboio até Bérgamo!

Fomos de comboio de Peschiera Del Garda até Bérgamo (é peciso trocar em Treviglio) e depois (porque os comboios nos enganaram e já íamos muito atrasados) fomos de táxi até ao aeroporto onde apanhamos o avião de volta até ao Porto. Vamos às considerações finais?

Orçamento (aproximado) por pessoa:

Voo (Porto – Milão Bérgamo): 34€

Alojamento (1 noite em Bérgamo + 2 noites em Verona): 75€

Comboios: 43€

Autocarros/ Barco/ Táxi: 18€

Refeições: 50€

Notas:

Visitar Itália em época baixa tem as suas claras vantagens! Como podem ver pelo orçamento acima, encontramos um voo muito muito baratinho e os alojamentos também estão bastante mais acessíveis nesta altura do ano. No entanto, também pode ter as suas desvantagens como a meteorologia, durante todos os dias esteve sempre bastante frio e no sábado teve sempre a chover, o que é uma pena porque não conseguimos ver Verona como gostaríamos…

De qualquer forma, acho que vale muito a pena e pelo preço, conseguimos explorar estas três cidades lindas no Norte de Itália, comer muito bem, e adoramos! É obvio que precisavamos de mais do que um dia para conhecer bem Verona e Veneza, mas os dois dias que passamos foram bem aproveitamos e conseguimos ver os pontos principais!

Se quiserem um fim-de-semana prolongado por Itália…  Já têm aqui todas as minhas dicas!

Espero que gostem 🙂

Também pode gostar de:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *